Acontece

#DIGA NÃO AO TROTE

Uma campanha da UFU de combate ao trote
Letícia de Paula
09/01/2024 - 11:54 - atualizado em 09/01/2024 - 11:54

O início da trajetória universitária é marcado por muitas mudanças na vida dos ingressantes. É cultural que alguns rituais celebrem as mudanças de fase da vida social e, neste caso, um dos rituais que pode ser potencialmente problemático e perigoso é o trote universitário.

Uma vez que o trote é cultural e legitimado por grande parte da comunidade universitária, tem sido um desafio para as instituições ressignificarem essa prática que, a depender do grau de abuso e violência, pode causar danos físicos e psicológicos graves, podendo, inclusive, se configurar como comportamento criminoso.

Na UFU, a tolerância é zero para os trotes violentos! Este tipo de conduta é proibido na instituição desde 1993, conforme estabelecido pela Resolução 15/93, do Conselho Universitário (Consun). As punições para o infrator podem variar desde a suspensão ao seu desligamento definitivo.

No entanto, há alternativas plausíveis que podem substituir trotes perigosos e humilhantes sem necessariamente descaracterizar o ritual de passagem. Considerando que representamos uma instituição de ensino, conhecimento e ciência, que tal contribuir para a comunidade a qual fazemos parte? A instituição recomenda ações solidárias e saudáveis, como por exemplo, as campanhas de cunho social e voluntário, como, doações de mantimentos e sangue, bem como ações de cunho ecológico, como plantar uma árvore ou fazer uma campanha de coleta seletiva do lixo. Possibilidades de ações é que não faltam...

É preciso ressignificar a cultura do trote, proteger nossos estudantes e promover a mudança para um mundo melhor. E você? Qual vai ser a sua escolha?

 

Vítimas de trote violento podem denunciar seus agressores via ouvidoria:

www.ouvidoria.ufu.br

Secretaria da Ouvidoria Geral

Telefone: (34) 3239-4074

E-mail: ouvidoria@reito.ufu.br

 

Caso necessário busque a Divisão de Saúde, que realiza acolhimento psicológico às (aos) estudantes que estejam vivenciando dificuldades emocionais. Tais atendimentos visam oferecer informações orientações e viabilizar os encaminhamentos adequados.

Contato: (34) 3230-9558

disau@proae.ufu.br

 

Outra possibilidade de atendimento é por meio do Projeto Proteger-se, que é um projeto de atendimento terapêutico online parceiro da PROAE. O proteger-se está aberto todos os dias de segunda a sexta-feira das 11h às 20h a qualquer momento que entrar dentro desse horário terá um plantonista para te escutar e acolher!

Não é necessário agendamento. Os profissionais da Divisão de Saúde estarão disponíveis para o acolhimento juntamente com outros profissionais envolvidos no projeto. Para ser atendido basta acessar o link da recepção: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/Atende.

Conteúdos Relacionados

#DIGA NÃO AO TROTE
10/04/2024 - 16:31
Acolhimento Estudantil Na Universidade
15/04/2024 - 14:34
Por Uma UFU Sem Racismo
12/04/2024 - 16:16